21 junho 2017
Haianne Thompson

Resenha de Livro #248: Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn

Título: Um Perfeito Cavalheiro (#03 Série Os Bridgertons)
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412383
Ano: 2014
Páginas: 304
Onde Comprar: Amazon | Livraria Saraiva
Classificação:

Atenção! Se você ainda leu O Duque e eu, essa resenha poderá conter spoilers. Livros da série: O Duque e EuO Visconde Que Me AmavaUm Perfeito Cavalheiro.
Um Perfeito Cavalheiro é um romance de época escrito por Julia Quinn e publicado, no Brasil, pela Editora Arqueiro.

Continuando a nossa adorável saga pela busca do amor verdadeiro dos irmãos Bridgertons, hoje vou trazer para vocês a historia de Benedict. Nesse livro, Julia traz uma releitura de um conto muito conhecido por nós, o conto da gata borralheira ou cinderela. A nossa protagonista, Sophie, é filha ilegítima de um conde e ele, ao falecer, a deixa aos cuidados da sua madrasta. Já Benedict, por ser o segundo de oito irmãos e não ter direito ao título deixado pelo pai por não ser o primogênito, se sente a margem de todas as decisões que afetam a sua família, inclusive, não acreditando que seria capaz de encontrar um amor verdadeiro, já que a posição que a sua família ocupava na sociedade era o que fazia com que mães “jogassem” as filhas aos seus pés. Porém, em uma noite em que sua família era anfitriã de um baile, Benedict conhece uma moça que consegue chamar a sua atenção por ser diferente das demais e por possuir uma inteligência incomum do que as demais donzelas que haviam sido apresentadas a ele. Sophie, a donzela mascarada de Benedict, experimenta por uma noite os benefícios de ser considerada nobre pela sociedade, porém esse sonho termina a meia noite, hora determinada para ela ir embora do baile. Três anos depois, o casal se encontra novamente quando Benedict salva Sophie de uma situação que poderia se tornar constrangedora, mas ele não consegue reconhecer nela a donzela que tanto chamara a sua atenção. Será que esse é um novo inicio para eles? Ou apenas um desfecho merecido pela “fuga” de Sophie do baile?

Como já falei ali em cima, a Julia, resolveu trazer uma coisa diferente nesse livro remetendo o leitor a um conto que já conhecemos, mas como sempre, colocando o seu estilo para que a releitura ficasse original. O foco nesse livro é o segundo filho de Violet que, como todos os bons moços daquela época, aproveitavam a sua solteirice até o dia do casamento – e alguns ainda continuavam desfrutando da vida devassa mesmo após o casamento. Benedict é um protagonista que, no inicio, me deixou com muita raiva pelas propostas bastante sem noção que fazia para Sophie, mas que, no decorrer do livro, começou a fazer jus de ser chamado de cavalheiro. Porém, o que realmente me encantou nesse livro, foi a protagonista feminina. Sophie, mesmo passando por humilhações por parte da sua madrasta e por ser considerada ilegítima perante a sociedade londrina, em nenhum momento deixa com que isso a torne uma pessoa fraca. Pelo contrário, ela utilizava isso para que a impulsionasse a seguir em frente e a ter uma vida melhor do que havia tido. E, sem sombra de dúvida, por mais que a historia nos remeta a algo que já conhecíamos, a autora mais uma vez mostra a sua escrita impressionante e a sua tamanha imaginação para adicionar novidades à releitura.

A Editora seguiu o padrão dos dois outros livros para a capa, o que me agrada porque quando nos deparamos com quaisquer títulos dessa serie em uma livraria, nem precisamos ler o nome da autora ou o nome do livro para saber que é um livro da Julia Quinn.

Então venho mais uma vez recomendar a vocês que leiam, não só esse livro, mas todos os livros da série – e, se possível, leiam todos os livros que puderem da Julia Quinn. Para quem se identifica com o gênero de romance de época, tenho certeza de que esse livro será mais um para a lista de livros amados. A única coisa que vocês ficarão em dúvida ao se aventurar por essa série é de qual protagonista gosta mais. Eu sinceramente ainda não consegui decidir um favorito por todos terem características que me encantaram.

E vocês já leram algum livro dessa serie? Já tem algum livro favorito? Conta para mim aqui nos comentários para que possamos dividir opiniões. Beijos :*

Comentários via Facebook

8 COMENTÁRIOS:

  1. Essa releitura de um clássico parece ser bem diferente e interessante . Já que estamos falando da autora Julia Quinn, a autora mais querida dos livros de época.

    E enfim li um dos livros da autora, e caí de amores por sua escrita. 🎉

    E já estou desejando muito conferir a história da Sophie e do Benedict. Mais uma ótima dica!

    bjs.

    ResponderExcluir
  2. Adoro os livros da Julia Quinn e estou agora indo ler o 5º livro da série.
    Esse livro eu me apaixonei de vez pela escrita da autora!
    A forma como retrata Cinderela ai é apaixonante! Tenho até vontade de reler!

    ResponderExcluir
  3. Nunca li um romance de época, acho que não faz meu estilo. Entretanto, parece que a escrita do Julia te faz viver realmente no tempo da história, ela consegue nos remeter à um passado imaginário incrível. E acho que esse reencontro de Benedict e Sophie é pra eles se aproximarem e poder ter o final feliz como o da Cinderela.
    Só me restou uma dúvida, no primeiro momento do baile, a Sophie também se encantou pelo Benedict?

    ResponderExcluir
  4. Oi! Não curto muito romance de época, mas eu vejo tanto comentários positivos sobre essa série que as vezes bate aquela vontade de ler hahah Achei legal esse livro ser uma releitura de A Cinderela. Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Oi Jana,
    AINDA bem que você se rendeu a ela também!!! :D Eu disse que valia a pena né?
    a historia da Sophie e do Benedict é uma coisa super fofa também..creio que voce vai amar tanto quanto as outras! :D
    beeeijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Hérica :D
    Olha, eu li os livros dela igual você... fui passando de um para o outro.
    Eu me apaixono toda vez que abro um livro da Julia porque já sei que vou ficar cativa na história. E essa releitura que ela fez eu achei bastante revigorante e bem feita!
    :*

    ResponderExcluir
  7. Oi Kesse, tudo bem? :D
    A Sophie se encanta TANTO com o "moço do baile" que ela fica durante esses três anos sonhando com ele. Mas sempre com um pé no chão por achar que eles nunca mais se veriam novamente. Tanto que quando eles se reencontram, ela reconhece ele de cara... provando que ela nunca havia esquecido a imagem daquele homem que a encantou!
    :D
    beeeijos :*

    ResponderExcluir
  8. Oi Oi Gabriela :D
    Se um dia você quiser dar uma chance para esse gênero literário, eu sugiro como uma leitura inicial alguma coisa da Julia... eu creio que você vai se render à temática criada por ela. O ambiente e os cenários que ela constrói são muito muito muito legais e valem a pena!
    :D

    ResponderExcluir