08 junho 2017
Haianne Thompson

Resenha de Livro #244: O Visconde Que Me Amava - Julia Quinn


Título: O Visconde Que Me Amava (#02 Série Os Bridgertons)
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411973
Ano: 2013
Páginas: 304

Classificação:

Atenção! Se você ainda leu O Duque e eu, essa resenha poderá conter spoilers. Livros da série: O Duque e EuO Visconde Que Me Amava.
O Visconde Que Me Amava é um romance de época escrito por Julia Quinn e publicado, no Brasil, pela Editora Arqueiro.

Hoje vou trazer para vocês mais uma resenha da série Os Bridgertons, e agora será a vez do irmão mais velho dessa família, Anthony, ter a sua história de amor contada. Como contei na resenha do primeiro livro da série, os Bridgertons vivem cercados por um ambiente de felicidade e carinho, e esses sempre foram os objetivos principais de Violet, a matriarca da família. Ela perdeu o esposo muito cedo, o que fez com que Anthony, seu filho mais velho e herdeiro do título, tivesse que ser literalmente o homem da família. E, como sempre teve que ter esse “peso” em seus ombros, Anthony sempre foi o mais sério e rígido da família. Porém, com a temporada se iniciando, ele decide para com a vida libertina que tinha e conseguir uma esposa para construir a sua futura família. Assim, ele vê em Edwina Sheffield, uma moça com um grande potencial para esse “cargo”, mas o que ele não esperava é que para ter uma oportunidade com a moça, teria que conquistar e demonstrar para a sua irmã mais velha, Kate que merece levar a jovem mais cobiçada da temporada ao altar. Kate, por sua vez, possui uma força herdada pela perda precoce de sua mãe, e mesmo tendo a madrasta que desempenha otimamente esse papel, ela se coloca na posição de defensora da honra da irmã mais nova e, como não pretende se casar nem tão cedo, acaba tendo bastante tempo livre para se “intrometer” na vida da irmã. Só que essas intromissões, primeiramente, não agradam Anthony nem um pouco, porém, com o passar do tempo, ele acaba se acostumando a presença de Kate. E, ela que não acreditava nem um pouco que um ex-libertino pudesse se dedicar a um casamento, vê cair por terra as suas concepções sobre Anthony, mas com isso ela também começa a sentir algo que nunca imaginaria sentir: amor. 

A maioria dos personagens que vemos nesse livro já foram apresentados a nós no primeiro livro da série, com a diferença de que nesse livro veremos com uma lente de aumento o cotidiano de Anthony e a sua saga para conseguir uma esposa. A família Bridgerton continua amável e sempre disposta a receber novos membros. E a família de Kate, as quais veremos pela primeira vez nesse livro, é uma família diferenciada já que Kate possui apenas a sua irmã mais nova e é criada por sua madrasta, que desempenha o papel de mãe de um jeito incrível. Kate é uma protagonista maravilhosa, que demonstra ser uma mulher forte e decidida, o que acaba atraindo Anthony. A cena que mais me marca nesse livro é a partida de Pall Mall, um croquet do século 19. Gente, eu me acabei de rir nessa cena, vocês não tem ideia do que a competitividade e a intensa atração de Anthony e Kate fazem nesse jogo “inocente”. A partir dali eu consegui ver que Kate não era apenas mais uma na multidão, mas que ela se ajustava de uma forma incrivelmente certa à família Bridgerton. Enfim, como sempre, só posso tecer elogios a escrita da Julia, a maneira fluida que ela escreve, as descrições das cenas são apenas alguns pontos sensacionais dessa obra.

A diagramação, revisão ortográfica e o leiaute feitos pela Editora também não deixaram a desejar. A capa se relaciona diretamente com o livro, e esse campo esverdeado com essa leve depressão na parte inferior da capa, tem TUDO A VER com a cena que mencionei acima – e só de olhar pra essa foto já me vem as cenas protagonizadas por Kate e Anthony nessa paisagem.

Assim, só posso falar que eu recomendo muito esse livro e é uma leitura facilmente compreendida por adolescentes e adultos que gostam desse tipo de gênero literário. E, o mais legal, é que, como a série é composta de nove obras, já bate aquela felicidade de leitores viciados pela autora e pelos livros de ter muitos livros para ler e para “conviver” com essa família sensacional.

E vocês já leram algum livro dessa serie família? O que acharam? Conta para mim aqui nos comentários para que possamos dividir opiniões. Beijos :*

Comentários via Facebook

3 COMENTÁRIOS:

  1. Oi, como sempre digo, tenho a impressão que estou vivendo em outro planeta por ainda não ter lido os livros da autora.
    Como eu disse em outra resenha, tenho dois livros aqui dessa série, e vou começar a ler mesmo ainda não tendo lido os primeiros.
    Sempre gostei de romances de época, e sei que estou perdendo tempo por ainda não tê- los lido.

    Bem, espero conhecer logo esse casal inusitado. Gostei da Kethy e do Anthony. :)

    ResponderExcluir
  2. Não sei o que dizer desse livro maravigold!
    Amo muito a Julia Quinn e seus romances são sempre cheio de vida, de paixão e de amizade!
    Não consigo ler nem um livro dela e não me derramar em amores pelos personagens!
    Quero ler todos dessa série!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde!
    Nossa, que situação inesperada. Se apaixonar pela irmã da moça que está tentando conquistar deve ser bem complicado haha Nunca li nada da autora, pois não sou muito acostumado a ler romances históricos, mas sempre vejo falarem bem dessa família, que parece conquistar o leitor (o que não seria difícil depois de tantos livros bem escritos rs). Sua resenha me motivou ainda mais a ler as obras da Julia.

    ResponderExcluir