09 maio 2017
♥ Sâmella Raissa ♥

Resenha de Livro #235: Depois dos Quinze - Bruna Vieira

Título: Depois dos Quinze
Autor: Bruna Vieria
Editora: Gutenberg
ISBN: 9788582350133
Ano: 2012
Páginas: 200
Classificação
   

Depois dos Quinze foi escrito pela autora nacional Bruna Vieira e publicado pela Editora Gutenberg.

Se tem uma coisa que eu gosto quando estou lendo, é me identificar com as palavras do autor, da personagem, e mesmo me ver refletida em determinada situação, pensamento. Torna a leitura ainda mais íntima de nós, leitores, e é, definitivamente, assim que as crônicas cativam tantos leitores. Se com um romance você já tem a identificação, imagina só com as crônicas, onde o autor é ele mesmo e expressa, sem receio ou hesitação, o que ele passa, sente, pensa, vê?
“[...] o amor não é uma gaiola. Muito pelo contrário, ele liberta. Nos permite ser tudo aquilo que queremos ser. Sair finalmente da nossa triste solidão interior e mostrar pra alguém o que poucos, na verdade, pouquíssimos, sabem. Não estranhe estas palavras escritas de mau jeito em um pedaço de papel qualquer. Só queria te fazer entender que não existem motivos pra você gastar um segundo amando quem não ama quem você é.”
Em seu livro de estreia, que leva o nome do seu próprio blog, Bruna Vieira fala sobre a vida. Mais do que isso, ela fala sobre o amor presente em sua vida, e consequentemente em nossas vidas também, de formas diferentes e inusitadas, ora questionadas, ora acreditadas, mas principalmente, ela fala um pouco sobre algumas situações passadas por este sentimento em sua vida, boas ou felizes, duradouras ou temporárias, e o leitor tem a chance de conhecer uma Bruna Vieira mais simples, romântica, sentimental e, não importando as circunstâncias, que continua a acreditar fortemente no amor. Entre crônicas e contos sobre amores e desilusões, Bruna apresenta os pontos positivos e negativos do sentimento, ao passo que nos mostra que aceitar e praticar tal sentimento é um ato de coragem para poucos. 
“Nem sempre o amor tem o mesmo ritmo. Nem sempre quem amamos é quem nos faz feliz.”
Eu não sou bem da época em que a Bruna Vieira já era querida no universo adolescente; na verdade, eu só fui ser mais presente na internet por volta de 2012, graças ao blog e as redes sociais que então parei para criar e dar mais atenção, e mesmo assim só vim conhecer realmente o Depois dos Quinze na metade do ano de 2012. De qualquer forma, desde então, dou uma passada lá vez ou outra, e desde então gostava de me deparar com posts românticos, alguns dentre os quais eu me identificava um pouco com a opinião da blogueira, e, bem, eu curtia bastante. Mas, quando soube do livro propriamente dito e seu lançamento, fiquei um tanto quanto ansiosa para conferi-lo; não que, até aquele momento, eu fosse muito chegada em crônicas, mas eu já amava contos e pensei: por que não?
“- Você disse que seria pra sempre.
- E quem disse que o sempre não é agora?
- Isso não faz sentido algum.
- Eu nunca disse que faria.” 
Mas o Depois dos Quinze, apesar de tratar-se de, em foco, um livro cujo tema é desilusão amorosa, ele vai muito além disso. Entre páginas e versos Bruna nos revela, então, um pouco sobre seus amores e as, então, desilusões, mas também fala sobre continuar acreditando nesse sentimento, pois simplesmente, no momento certo, o amor verdadeiro aparecerá, e que, não importa, de qualquer forma, ter um amor ou não, desde que você esteja bem consigo mesma. É impressionante a forma delicada como ela consegue passar algumas mensagens tão simples e clichês, mas tão verdadeiras. Ela, além do mais, escreve muitíssimo bem! Foi ainda melhor acompanhar sua narrativa doce e bem escrita, e me surpreendi, mais uma vez, com o fato de escritoras jovens, nesse caso, a Bruna, já começar a carreira tão bem.
“Aprendi com o tempo que, enquanto não fora a hora do ponto final, a história vai continuar acontecendo. Em segredo, com vírgulas ou sem vírgulas. Se não fora, dentro da gente.”
Por fim, não tenho muito mais a comentar, senão fechar a resenha dizendo que gostei muito do livro! Tá, não vou dizer que o livro é perfeito, deslizes acontecem, afinal, e algumas crônicas se deixaram passar despercebidas por outras, mas, no geral, foi uma ótima leitura! Consegui me identificar demais com certos textos, principalmente a crônica "Escrever", da qual compartilho a mesma opinião da autora. Bruna Vieira, definitivamente, tem muito futuro com as palavras, e só me resta desejar ainda mais sucesso para ela e, claro, o blog! Livro totalmente recomendado!

Comentários via Facebook

1 COMENTÁRIOS:

  1. Oi, sempre gostei muito de contos. E quando se fala de amor, melhor ainda!
    E sim! Desilusões existem.
    E concordo quando a autora diz que nem sempre quem amamos nos faz feliz.
    Infelizmente acontece...

    Não conhecia o livro e nem a autora, mas gostei de conhecer uma pouco do seu trabalho.

    Ah! A capa está uma graça! :)

    ResponderExcluir