10 setembro 2015
Glaucia Matos

Resenha de Livro #184: Tempestades de Sangue - Kel Costa

Autor: Kel Costa
Editora: Jangada
ISBN: 9788555390210
Ano: 2015
Páginas: 304
Classificação


Atenção! Se você ainda não leu Fortaleza Negra, essa resenha poderá conter spoilers. Livros da série: Fortaleza Negra - Tempestades de Sangue.
Tempestades de Sangue é o segundo livro da série Fortaleza Negra, escrito pela autora nacional Kel Costa, e publicado pela Editora Jangada.

O enredo começa a partir do final do primeiro livro, onde o Mestre Mikhail viajou atras dos mitológicos, deixando apenas uma carta para Sasha.

Ela tem passado por poucas e boas desde que chegou à Fortaleza Negra. Um lugar que era para proteger ela e a família, tornou-se fonte de muitos problemas.

Sasha agora precisa enfrentar o luto, e a saudade do mestre. Mas é claro, que em se tratando de Sasha, mesmo tentado ficar longe de problemas, eles simplesmente aparecem em sua vida. Com o mestre longe, ela irá se reaproximar novamente de Blake, e nisso acabará descobrindo se de fato existe um complô contra os mestres, em relação as armas que estão sendo criadas para exterminar os mitológicos. Porém, quanto mais ela se aproxima da verdade, mais perigo corre...

Nesse livro, Sasha está mais inconsequente do que antes. Com a distância de Misha, quem ficará incumbido de proteger ela, é o Mestre Klaus, que a todo momento segura-se para não matá-la.

O livro terá muitas revelações em relação à história de como surgiram os mestres, o que vai fechando algumas pontas que ficaram soltas no primeiro livro.

O enredo está recheado de aventura, o que nos deixa muito ansiosos para saber o que irá acontecer mais pra frente. Eu o li num final de semana, tamanha curiosidade e quando acabou, já fui reclamar com a autora que precisava do restante da história....rsrs

Assim, se você já leu o primeiro livro e gostou, pode adquirir o segundo sem medo de ser feliz. Não canso de elogiar as histórias da Kel, pois a mulher tem talento!

Comentários via Facebook

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário