08 agosto 2015
Leonardo Ribeiro

Resenha de Livro #179: Quase Mortos - Rook Hastings

Autor: Rook Hastings
Editora: Pandorga 
ISBN: 9788561784096
Ano: 2011
Páginas: 240
Classificação

A autora Rook Hastings – com seus oito anos de carreira escrevendo ficção –, conseguiu me prender ao enredo do início ao fim com seu elaborado suspense que foi publicado pela Pandorga.

Quase Mortos conta a história de cinco adolescentes com personalidades diferentes que nunca se falaram e acabam tendo que lidar com o sobrenatural, que começa quando em uma aula sobre Hamlet o professor define os grupos de estudos e esses jovens que apenas se entreolham em corredores são componentes de um mesmo grupo.

Jay é o nerd, ele tem uma teoria para tudo. Bethan gosta de ficar sozinha, é aquela que prefere ler um livro do que conversar. Kelly é a popular, a ousada, e sempre diz o que der na telha. Hashim é o garoto do time de futebol, sendo também um garoto popular. Emily é a calada, malvestida e acaba passando despercebida por muitos, mas na aula no Sr. Bacon ela afirma já ter ouvido um fantasma.

Após a aula todos se reúnem para decidir o rumo do trabalho, mas questionam Emily sobre o tal fantasma. Emily revela que sua mãe está desaparecida desde o fim do ano e a partir de então ela começou a escutar vozes quando estava em casa. Então, mesmo com um pouco de resistência de alguns, todos decidem ajudar Emily.
“Em toda a cidade, pessoas normais e comuns faziam suas atividades normais e comuns, assim como Jay, Kelly, Emily, Bethan e Hashim. Mas muito em breve, quatro desses cinco alunos estariam rememorando eventos recentes e lutando para compreender tudo aquilo. E quanto ao quinto aluno? O quinto estaria morto. ” 
Nesse momento, os jovens começam a se conhecer e acabam expondo o que realmente são. Bethan agora não é mais calada, ela quer fazer amigos. Kelly, na realidade, é frágil e companheira. Hashim não quer mais falar só sobre futebol. Jay se revela um bom amigo e Emily está com medo e um pouco animada por ter feito amigos, porém é uma pessoa meiga e de dar pena.

Logo no começo do livro descobrimos que um dos cinco alunos irá morrer. E isso já nos faz devorar o livro em uma velocidade incrível porque eu acabei gostando de todos eles e não queria que nenhum deles morresse. Também tem o questionamento sobre o que aconteceu com a mãe de Emily, enfim, o livro é ótimo, é um terror leve e recomendo para quem gosta de suspense!

Comentários via Facebook

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário