30 abril 2015
Glaucia Matos

Resenha de Livro #169: Um Pedido às Estrelas – Priscille Sibley

Um Pedido às Estrelas Título: Um Pedido às Estrelas
Autor: Priscille Sibley
EditoraBenvirá 
ISBN9788582400586 
Ano: 2013
Páginas: 320

Onde Comprar: Amazon | Livraria Saraiva
Classificação


Um pedido às estrelas foi escrito por Priscille Sibley e publicado no Brasil pela editora Benvirá. O livro vai contar a história linda de Elle e Matt, vizinhos desde a infância. O tempo passou e eles perceberam que a amizade havia tomado proporções diferentes. Namoraram durante a adolescência, mas acabaram terminando. Mesmo assim, anos depois, eles casaram. Elle não podia ter filhos devido a um problema de saúde, mas isso nunca impediu que o casal fosse muito feliz.

Matt era médico, e estava cumprindo seu dever quando recebeu a pior notícia e a paciente mais importante de sua carreira: sua esposa. Elle caiu de uma escada e bateu a cabeça, sendo diagnosticada com morte cerebral e passando a viver com o auxílio de aparelhos.
Sabendo que sua esposa odiaria viver assim, Matt decide autorizar o desligamento. E vocês sabem como a vida é, sempre dá uma guinada inesperada, e uma notícia surpreendente muda o rumo das coisas: quando sofreu o acidente, Elle estava grávida! Seu grande sonho finalmente iria se realizar, e ele não podia privá-la disso. Sua decisão muda imediatamente.
Porém, ninguém esperava que a mãe de Matt, Linney, possuísse um documento deixado pela nora, dando a ela o poder de decidir sobre seu futuro em um caso assim. E foi resoluta: jamais iria querer ser mantida artificialmente. Aqui começa a luta para decidir qual o melhor futuro para Elle: realizar seu último desejo, deixando-a morrer junto com o filho, ou o sonho antigo de ser mãe, fazendo-a sofrer por vários meses?

O leitor pode ter a certeza de que também sofrerá com essa indecisão. Por um lado, torci para que ela fosse mantida viva a tempo do nascimento do bebê (e, quem sabe, um milagre ocorresse e ela voltasse ao normal?), por outro, me sentia agoniada ao imaginar a situação de estar presa a um monte de aparelhos.

A narrativa é em primeira pessoa, fluida e bem simples. Gostei do estilo da Priscille Sibley, que sabe como envolver as pessoas na história, fazer com que mudem repentinamente de ideia e reflitam sobre o peso das decisões da vida. Indico muito a leitura!

Comentários via Facebook

6 COMENTÁRIOS:

  1. Olá!
    Esse é um tipo de livro muito triste, acho que ia ficar pensando nele por diaaas. Mas parece ser o tipo de livros que já sabemos todo o enredo lendo apenas a sinopse. Será que no final tem uma reviravolta? ou vai ser um clichê? Fiquei nessa dúvida. Se eu tivesse que decidir eu decidiria que deveria ter o bebê, já que a Elle teve uma morte cerebral e não vai sentir nenhuma dor ou agonia.


    Beijos,


    www.leituranossa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Simplesmente adorei o livro a historia me pareceu muito tocante, e apaixonante os personagens me conquistaram e já estou na torcida pela Elle e com muita dó do Matt!!!

    ResponderExcluir
  3. Eu já namorei esse livro algumas vezes. Achei um exemplar em inglês na Saraiva e até pensei em comprar, mas nunca tinha lido nenhuma resenha dele, então acabei deixando de lado. Agora preciso dizer que me arrependi. Pelo o que eu li na sua resenha, acho que o livro seria uma ótima leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olha eu fiquei sabendo que esse livro é lindo.

    Eu comprei já tem um tempo e tá parado aqui na minha estante.

    Estou querendo pega-lo para ler depois que li sua resenha, porque me parece ser bastante envolvente e emocionante. Espero gostar bastante do livro, porque a história me parece ser muito linda e triste ao mesmo tempo. Enfim...Mas olha eu tenho que falar que tu escreve muito bem. Gostei da maneira como tu se expressa =] Continue assim viu =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-buscando-morte-encontrei-vida.html

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    Essa é a primeira resenha que leio, já tinha visto o livro em outro blogs, e sempre tive certa curiosidade pela história.

    Pelo que li em sua resenha e uma história que deixa o leitor com o coração nas mãos, diante de tal fato eu mesmo ficaria em dúvida, já que ela não queria passa por essa situação, em contra partida uma nova vida, fiquei curiosa pelo fim da história e com toda certeza pretendo ler o livro.

    Parabéns pela resenha.

    Beijos



    Mari -

    Stories And Advice

    ResponderExcluir
  6. Fiquei toda arrepiada lendo sua resenha, já imaginando esse drama todo. Adoro esse tipo de livro, com certeza quero ler. Eu devo adorar sofrer kkkk Bjs

    http://territorio6.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir