14 fevereiro 2015
molecade20

Resenha de Livro #155: Quem é você, Alasca? - John Green

Título: Quem é você, Alasca?
Autor:
John Green
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580575996
Ano: 2014
Páginas: 272
Tradutor: Edmundo Barreiros
Classificação

Quem é você, Alasca? foi escrito por John Green, vulgo "autor de A culpa é das estrelas". O livro é o primeiro romance do autor, e foi publicado nesta edição pela Editora Intrínseca, no ano passado.

Apesar do nome, a história é escrita sob a ótica de Miles Halter, um adolescente antissocial e colecionador de últimas palavras que busca o "Grande Talvez", deixando de lado sua vidinha pacata de nerd para estudar em um colégio interno, no Alabama.

Com a pouca experiência que possui no quesito amigos, jamais imaginaria que Coronel, seu colega de quarto, se tornaria um fiel escudeiro e lhe apresentaria uma vida nova. Tornando-se amigo do Coronel, Miles automaticamente conhece Alasca, uma garota cheia de altos e baixos que é, de fato, uma incógnita para ele. E, claro, ele acaba se apaixonando pela pessoa confusa e misteriosa que ela é, mesmo que seja comprometida.

A narrativa divide-se em duas partes: antes e depois do Dia D. Este dia é o marco decisivo na vida de todos os personagens, principalmente da Alasca. Por falar nela, todo o alarde em torno de seu nome e de seus mistérios foi meio desnecessário. Na verdade, julgando o livro apenas pelo título que recebeu, vi Alasca apenas como uma forma de desenvolver alguns pensamentos, e não como uma pessoa fantástica, como deveria ter sido.

Ouço pessoas falando que ou você ama ou odeia John Green, mas acredito que ele tenha seus altos e baixos. Eu, por exemplo, adoro a forma como ele inicia as histórias, o enredo que escolhe... Mas na maioria das vezes me decepciono com os finais. Dá para perceber o amadurecimento da escrita dele, já que foi a primeira história que publicou.

Vejo Quem é você, Alasca? como uma forma de pensar na busca pelo que o personagem chama de "Grande Talvez", pois a vida é realmente isso: nunca sabemos onde vamos parar ou o que irá acontecer.

Comentários via Facebook

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário