23 janeiro 2015
Paula Adriane Manfron

Resenha de Livro #147: Como Viver Eternamente - Sally Nicholls

Título: Como Viver Eternamente
Autor:
Sally Nicholls
Editora: Geração
ISBN: 9788561501006
Ano: 2014
Páginas: 232
Tradutor: Lídia Luther
Classificação

Como viver eternamente foi escrito pela inglesa Sally Nicholls e publicado no Brasil pela Geração Editorial.

O que dizer sobre este livro? Posso afirmar, com toda certeza, que minhas palavras não farão justiça a ele. Cativante, envolvente, emocionante... há uma infinidade de adjetivos que se aplicam.

A história é contada pelo ponto de vista do Sam, um menino de onze anos que luta contra a leucemia. Sam já sabe que sua morte é inevitável. O protagonista teve a leucemia diagnosticada três vezes, e nas duas primeiras passou por intensas sessões de quimioterapia. Quando a doença voltou pela terceira vez, a medicina não poderia fazer mais nada além de aliviar a dor do menino, prolongando um pouco mais sua vida.

Sabendo que lhe resta pouco tempo de vida, Sam decide escrever um livro em formato de diário com o auxílio de sua professora. Assim, conhecemos os anseios e a rotina do garoto, assim como a amizade com Felix, que também tem câncer e sabe se divertir como ninguém, sempre desafiando o amigo a realizar seus desejos.

A leitura é rápida e simples, Sally Nichols conseguiu expor perfeitamente o mundo sob a ótica de uma criança: cada pequena coisa tem um grande significado. Existem vários temas que farão o leitor refletir sobre a vida ao longo do enredo, como a atitude dos pais, abrindo todas as exceções possíveis para proporcionar momentos de felicidade ao filho. Isso me fez pensar em como estas exceções são essenciais na vida de qualquer pessoa. E, principalmente, em como devemos aproveitar o tempo que temos amando e vivendo plenamente.

Comentários via Facebook

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário