07 agosto 2013
Glaucia Matos

Resenha de Livro #85: A Noz de Ouro - Catherine Cooper

A Noz de OuroTítulo: A Noz de Ouro (#01 Série As Aventuras de Jack Brenin)

Autor: Catherine Cooper
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528615586
Ano: 2012
Páginas: 266
Classificação

O livro A Noz de Ouro é o primeiro da Série As Aventuras de Jack Brenin, escrito pela autora Catherine Cooper e publicado no Brasil pela Editora Bertrand Brasil.

Quando recebi esse livro, apesar de ter solicitado para a editora, estava um pouco receosa quanto a leitura do mesmo. Mas ao longo da leitura, por mais que ele seja voltado para o público infanto-juvenil, se mostrou uma história surpreendente, e que claro, me cativou bastante.

Aqui, somos apresentados ao jovem Jack Brenin, que após perder sua mãe, vai morar com seu avô na Inglaterra. É uma mudança e tanto em sua vida, já que morava na Grécia, e tudo e todos que conhecia, ficaram lá. O período escolar, ainda não começou, mas Jack já percebeu que até mesmo se enturmar com os coleguinhas vizinhos, está sendo uma tarefa difícil.

O livro é narrado em terceira pessoa, mas nem por isso tira o brilho da história. Após encontrar uma nós de ouro, que somente O Eleito é capaz de ver, ele descobre que faz parte de uma profecia. E que todas as histórias que sua mãe lhe contava, não eram apenas lendas.

Jack então, se vê num mundo totalmente diferente, mágico e extraordinário. E com a ajuda de suas vizinhas, Nora, que é uma druidesa e Elan uma ninfa, ele terá que mostrar, toda a sua coragem para salvar a hamadríade Arrana, a arvore da vida, caso contrário, todas as arvores do mundo morrerão.

Nesse livro, não tem como, não se encantar por cada personagem. O enredo não é composto só por humanos, mas também por alguns animaizinhos de grande importância no contexto, sendo que alguns deles são: Camelin, um corvo falante, rabugento e comilão, mas que no fundo guarda um grande coração. Gerda, uma gansa que faz meio que o papel de segurança da casa. Oito ratinhos, que fazem parte da Guarda Noturna, e mais uma lista infinita de animais e criaturas míticas.


É uma aventura e tanto a leitura do mesmo, e fica incapaz de você não entrar na história e querer fazer parte dela. A capa e os desenhos que se encontram ao longo da história, também foram muito bem trabalhados! Pelo que li, não é um livro com idade mínima ou máxima para ler. Basta querer e aproveitar cada momento dele. Está recomendadíssimo!

Comentários via Facebook

1 COMENTÁRIOS:

  1. O livro é muito interessante, eu gosto de livros infanto-juvenil e este parece ser cheio de aventura. Achei criativo colocar seres na trama, sou muito leiga quanto a elfos, grifos e tal talvez por não ter lido Harry Potter e toda vez que vejo algum livro que falam de seres misticos fico encantada e curiosa. Parabéns pela resenha.

    Abraços, Raquel.
    http://viajandoclivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir