21 agosto 2013
Glaucia Matos

Resenha de Livro #87: Baile de Gelo em Nova York - Fabrice Colin

Baile de Gelo em Nova YorkTítulo: Baile de Gelo em Nova York
Autor: Fabrice Colin
Editora: Rocco
ISBN: 9788579801563
Ano: 2013
Páginas: 296

Classificação

Baile de Gelo em Nova York foi escrito pelo autor Fabrice Colin e publicado no Brasil pela Editora Rocco.

Nem sei como começar essa resenha. Ainda estou tentando entender, que história o autor tentou criar, mas não sei se fiquei mais confusa ao longo da leitura, ou com o final dela.

Em resumo, a história se passa com Anna Claramond acordando bem confusa, depois de ter sofrido um atropelamento em plena Nova York. Ao abrir os olhos, a principio pensa estar vendo um anjo, mas depois se dá conta, que o cara que está tentando ajuda-la é real. Seu nome é Wynter e ele até tenta oferecer ajuda, ou uma carona para ela, que nega, dizendo estar bem.

Ao olhá-lo com mais atenção, Anna tem a estranha impressão de conhecê-lo. Ele por sua vez, parece estar se divertindo com a confusão em seu rosto, mas se despede e vai embora. No caminho de casa, ela começa a se lembrar vagamente quem é, quem são os seus pais, onde mora, estuda...

Ao chegar em casa, é recebida pelo mordomo, e só então descobre que seus pais foram embora, ela só não sabe para onde, e o mordomo também não dá muitas pistas. Alguns dias se passam, sua rotina vai voltando ao normal, até que recebe um convite de Wynter, para ser sua acompanhante no Baile de Gelo, um dos eventos mais importantes da sociedade, e a qual todas as garotas queriam estar. Motivada pela amiga, ela decide aceitar. Mas na noite do baile, alguns eventos bem estranhos acontecem, e ela sofre um atentado, de alguém a qual ela já suspeita quem seja: O Máscara, um "maníaco" que a polícia de Nova York está atras, devido aos constantes sumiços de garotas da mesma idade que ela. Após esse evento, Wynter pede que ela fique na casa de sua família, para que ele possa protegê-la. Mas o tal Máscara, não desistirá, e logo ela percebe que pode ser a próxima vítima, só não entende o porquê!


É um enredo narrado em primeira pessoa, que se passa no futuro. Mas a narrativa é muito confusa. O autor é detalhista ao extremo, capaz de contar os ladrilhos do chão de uma sala, os pregos na parede... E isso cansa, muito! A leitura não anda, o entendimento do enredo não flui, é tenso. Não sei se só eu tive essa percepção, mas o fato é que não gostei nenhum pouco do livro.

Só fui começar a entender na última página, onde vem aquele parágrafo que responde as perguntas de um livro inteiro, aí você para, e fala sozinha: Então era isso?

Os personagens, apesar de terem relevância na história, são difíceis de se apegar, devido a falta de característica e personalidade nos mesmos. E o que mais me desagradou, foi a enrolação, a falta de emoção no enredo. Até os momentos que eram para serem tensos, românticos... passaram em branco.

Enfim, terminei o livro com a seguinte frase na cabeça: "A história saiu de lugar nenhum, e caminhou para lugar algum..." Uma pena, pois achei o trabalho gráfico perfeito, mas é claro que essa é só a minha humilde opinião! ;)

Comentários via Facebook

5 COMENTÁRIOS:

  1. Nossa, história confusa mesmo... E o autor narra, descreve e blá blá blá e os personagens não são bem caracterizados? O que deu na cabeça do autor?
    A capa chama a atenção e o título também. Confesso que, se fosse pega desprevenida em uma livraria, compraria.


    Obrigada por compartilhar sua opinião. :)


    Beijos,
    Amanda Melanie - Literatura em Série

    ResponderExcluir
  2. Olá, a capa é linda, a sinopse é bem convincente...

    Mas pelo que pôde ler de sua resenha é triste mesmo

    o livro ter se perdido. Adorei a sua sinceridade,

    bjs

    http://www.loveebookss.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É preocupante um livro de praticamente 300 páginas em que vc não consegue se apegar aos personagens devido a ausência de uma personalidade mais trabalhada...
    Eu sinceramente nunca senti vontade de ler esse lançamento. Acho a capa lindíssima, como quase todas da Rocco, mas a sinopse nunca me interessou e agora com sua resenha então, é que pretendo passar longe. Não sei se esse é o caso, mas às vezes quando se inventa muito, acaba se perdendo.


    Bjs, Kel - www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Pelo jeito que você falou , o livro talvez seja muito confuso mesmo. Mas prefiro comprar e tirar minhas próprias dúvidas. Mesmo com o pé atrás.
    Mas gostei da sua expressão de opinião sobre o livro, e acho que prefiro ler ele, e depois dar minha própria opinião. Mas eu gostaria de ler um livro que te prende do inicio ao final, com personagens de personalidades fortes e maduras.
    Amei sua resenha.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Te entendo! É chato quando a gente fica confuso com o que o autor escrever e não sabe ao certo o que ele quis dizer Oo.
    Fiquei assim quando li Adeus, por enquanto, nossa aquele livro foi muito estranho pra mim :(


    beijinhos.
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir