24 julho 2013
Glaucia Matos

Resenha de Livro #83: Insaciável - Meg Cabot

Editora: Galera Record
ISBN: 9788501091345
Ano: 2011
Páginas: 504
Classificação

Insaciável é o primeiro livro da série de mesmo nome, escrita pela autora Meg Cabot e publicado no Brasil pela Editora Galera Record.

Sei que à essas alturas, ninguém aguenta mais ouvir falar sobre vampiros, nem mesmo a personagem Meena Harper! Ela é redatora de um novela que já passa à anos, estilo Malhação, sabe? Pois bem, como a nova febre são os vampiros, ela se vê obrigada a adaptar o enredo da novela, para que tenham vampiros... muitos vampiros. E ela acha essa ideia ridícula! Já não basta sua vida ser tão sombria, devido ao poder que ela tem em prever a morte de qualquer pessoa que conheça - menos a dela própria. Agora, terá que trazer toda essa "escuridão" até mesmo para o seu trabalho?

Numa noite, ou melhor, numa madrugada, quando Meena decide ir passear com seu cachorro Jack Bauer, nos arredores do prédio, ela é vitima de um estranho acidente que envolve morcegos tentando atacá-la, porém um homem misterioso aparece para protege-lá. Alguns dias depois, num jantar promovido por sua estranha vizinha MaryLou Antonesco, Meena descobre que o tal homem, é na verdade o primo de MaryLou, o príncipe Lucien Antonesco.

A atração entre os dois é imediata, e eles começam um relacionamento ardente e complicado, isso por que ambos têm muitos segredos. Ela, por seu estranho dom e ele por ser o Príncipe das Trevas. Meena ao se envolver com Lucien, corre sério perigo, pois vai se ver no meio de uma luta milenar entre vampiros e a Guarda Palatina - uma espécie de grupo caça-vampiros.


Comprei o e-book de Insaciável na Amazon à preço de banana, se formos comparar com os valores dos livros físicos de Meg Cabot. A leitura foi feita pelo Kindle, e até que foi bem rápida, se pararmos para analisar que foram mais de 500 páginas.

O enredo é legal, mas acho que a Meg errou um pouquinho a mão em determinados momentos. Digo isso porque, ela começa o enredo contando a vida de Meena, como ela conhece e se envolve com Lucien, o quanto ele se mostra cavalheiro e tal. De repente, ela joga Alaric Wulf na história, como sendo um dos Guardas da Palatina que estão investigando diversos assassinatos cometidos por vampiros, e que tem como meta pessoal, matar Lucien Antonesco. Ele se mostra extremamente arrogante e estúpido, e algumas cenas que eram para ser engraçadas, ficaram meio bizarras. De repente, Lucien é que passa a ser o escroto da vez e Alaric o mocinho. Como assim Meg?

Espero que alguns fatos bizarros que tenham acontecido no desenvolver desse livro - que me fizeram voltar e ler o nome da autora na capa, para saber se era mesmo o livro da Meg, que eu estava lendo - tenham sido apenas um "erro da mão" da autora. Acontece, né? Mas espero que os demais, sejam tão bons, como qualquer livro que é escrito por ela. Estou curiosa por saber o desenvolvimento da série, e sim, sou #TEAMLUCIEN, sorry!

Comentários via Facebook

2 COMENTÁRIOS:

  1. Oi, Glau!

    Tenho muita vontade de ler esse livro. Adorei seus comentários e apesar de ter muita contradição entre os blogueiros, eu realmente quero lê-lo. haha

    Abraços,

    Igor Gouveia
    http://www.diariodebordodeumleitor.com/
    (Espero seu comentário lá)

    ResponderExcluir
  2. Oie :)

    Nossa você me deu vontade de ler essa série agora, porque sua resenha esclareceu muito das minhas dúvidas, beijos !

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir