13 abril 2013
Glaucia Matos

Resenha de Livro #68: Trocada - Amanda Hocking

TrocadaTítulo: Trocada (#01 Série Trylle)

Autor: Amanda Hocking
Editora: Rocco
ISBN: 9788579801341
Ano: 2013
Páginas: 326

Classificação


Trocada é o primeiro livro da trilogia Trylle, da autora Amanda Hocking, publicado no Brasil pela Editora Rocco.

Desde que nasceu, a mãe de Wendy nunca a aceitou realmente como sua filha. A menina com apenas 6 anos, foi acusada de ser uma farsante, e num momento de loucura da mãe, fora atacada com uma faca de cozinha. Com um início marcado por tal fato, a leitura prometia fluir bem.

Temos uma passagem de tempo de onze anos, onde vemos uma Wendy com agora 16 anos, que nos conta sobre sua chegada em uma nova cidade e novamente o início num novo colégio, sempre acompanhada por  Matt (irmão) e Maggie (tia).

O livro é narrado em primeira pessoa, e segundo Wendy, todas as suas mudanças de cidades, foram ocasionadas por suas constantes expulsões dos colégios, devido ao seu forte temperamento. Ela nunca se sentiu conectada com o resto do mundo que vive, e vivia se perguntando se sua mãe não estava certa.

O enredo começou a ficar bem enrolado, quando ela conhece Finn na escola, e percebe que ele sabe mais sobre ela, do que ela mesma. A personagem cai em contradição também, ao sempre afirmar ser uma pessoa com temperamento explosivo, mas suas ações mostram completamente o contrário, onde vemos uma personagem fraca e sem personalidade. A única coisa clara é que Wendy é um ser sobrenatural, e Finn está ali para levá-la de volta ao lugar ao qual pertence.

Desde ponto em diante, muitos acontecimentos ocorrem, mas não tem muita explicação ou sentido. Isso se mostra no fato de estarem constantemente afirmando que ela é de suma importância na comunidade sobrenatural, mas em momento algum explicam o porque dessa afirmação para Wendy e consequentemente para nós leitores, nos deixando totalmente no escuro.

Acredito que esse era um livro com tudo para dar certo, mas a autora não soube desenvolver um enredo a qual seus leitores acreditassem. Reconheço que alguns acontecimentos me surpreenderam e alguns personagens tenham me cativado, mas não foi o necessário para me fazer entender a obra como um todo, e isso fez com que a classificação do livro fosse de apenas três estrelas, não gerando em mim curiosidade para os próximos livros.

Comentários via Facebook

20 COMENTÁRIOS:

  1. Tinha me interessado por esse livro por causa da capa, admito, depois fui ler a sinopse e gostei também. Mas depois da sua resenha... Sei lá, a vontade diminuiu um pouquinho, hahaha. Mas não vou deixar de lê-lo quando puder.

    Gostei bastante da resenha.

    Beijos!

    http://lereaminhapraia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. eu to lendo esse livro, mas ainda to no começo... mas a impressao que tive pelo pouco que li tb foi essa.. um bla bla bla sem fim e que nao explica nada :

    Bjin

    Fla - LC

    ResponderExcluir
  3. Já vi várias resenhas desse livro, e fiquei bem interessada.

    Mas muita gente comentou o fato dele deixar um pouco sem explicações.

    Mas gostei dela ter inovado no gênero sobrenatural, criando algo novo.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu tinha grandes expectativas sobre esse livro, pois achei que fosse algo grandioso, mas pelo visto não é tão interessante, como achei que fosse. Com acontecimentos sem muita explicação, fica difícil compreender o enredo. Bem, se um dia eu for ler, pode ser mais para frente. Enfim, ótima resenha Glaucia, gosto do modo como escreve e expõem sua opinião :D

    Bjs

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir
  5. pena que a autora não soube desenvolver o enredo né.

    ResponderExcluir
  6. Passei por aqui para
    conhecer seu blog!

    Visite o meu também, e divulgue as promoções do seu blog no link “Divulgação de Sorteios”!

    www.acessoriopheeno.blogspot.com.br

    =)***

    Ana
    Acessório Pheeno

    ResponderExcluir
  7. Aaah não acredito que o livro só ganhou três estrelas! Poxa, agora desanimei pra ler e ele está me esperando na fila de leituras, o que fazer?? :x

    A mãe de Wally faleceu quando ela tinha seis anos, após o ataque à sua filha com faca? Por isso ela vive com a tia e o irmão?

    Fiquei curiosa e talvez a autora tenha deixado esse buraco no primeiro livro porque pretende desvendar aos poucos nos outros dois livros que virão, quem sabe né?

    Adorei seu layout, tudo muito fofo e organizado! Que saudades que estava daqui! *-*

    Beijos e boa semana! ;*

    ResponderExcluir
  8. É Wendy... e a mãe dela não morreu, ela foi internada num hospício. O problema não são nem os buracos que ela deixou, mas sim o modo como a história num todo se desenvolveu...

    ResponderExcluir
  9. A capa é linda, uma pena não ser tãom bom!

    ResponderExcluir
  10. Olá Glaucia! Desde que vi a capa desse livro fiquei bem curiosa com a história. Agora, lendo sua resenha, continuo curiosa para saber como a história se desenvolve, mas já não tenho muitas expectativas para o livro. Não gosto quando os autores passam despercebidos por alguns pontos e deixam "buracos" na história, espero que no próximo livro a autora explique mais desses detalhes, como por exemplo, explicar porque ela é tão importante na comunidade sobrenatural...

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  11. Oi Glaucia, tudo bem?

    Confesso que pela sinopse achei o livro um tanto quanto bizarro. Uma pena que a autora tenha se perdido no meio, né? Quem sabe nos próximos livros da Trilogia não fica um pouco melhor, né?

    beijos

    Kel

    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Nem sei se melhoraria Raquel, espero que sim, para o bem da autora...

    ResponderExcluir
  13. Também estava bem empolgada com o livro, mas me decepcionei um pouco.

    ResponderExcluir
  14. Isso com certeza a autora inovou, só não soube desenvolver.

    ResponderExcluir
  15. É uma pena, um livro com uma capa tão linda dessas, né!?

    ResponderExcluir
  16. Leia sim Tayane, assim você poderá suas próprias conclusões! ^^

    ResponderExcluir