09 novembro 2017
Glaucia Matos

Sobre o futuro do Blog Leitora It!

Já faz um tempinho que não tenho conseguido parar e priorizar as postagens no blog e minhas leituras. Não como eu fazia, quando iniciei o blog há 5 anos atras. De lá pra cá, muita coisa mudou, principalmente no que diz respeito a minha rotina.

Sempre tentei não postar aqui como uma obrigação, mas sim como forma de compartilhar coisas que eu gosto. Mas manter um blog com conteúdo legal, dá trabalho e exige muito comprometimento,  responsabilidades e principalmente tempo. E como não tenho conseguido integrar os três, tomei a decisão de dar uma "parada" com o Blog Leitora It, para colocar as ideias no lugar.

Sinceramente, não sei dizer se essa parada é passageira ou definitiva, isso só o tempo dirá. De toda forma, quero agradecer a todos que acompanharam o blog até aqui.

Um abraço a todos e quem sabe, um até breve.

Me acompanhe pelas outras redes sociais:

Insta pessoal: @gllauciamatos
Canal no Youtube: Glaucia Matos Diy
No Skoob

30 outubro 2017
Iany Tavares

Resenha de Livro #284: Minha Estrela Favorita - Susan Elizabeth Phillips


Título: Minha Estrela Favorita (#08 Série Chicago Stars)
Autor: Susan Elizabeth Phillips
Editora: Gutenberg
ISBN: 9788582354513
Ano: 2017
Páginas: 304
Onde Comprar: Amazon | Livraria Saraiva

Classificação:

Minha Estrela Favorita é o oitavo livro da Série Chicago Stars, que pode ser lido de forma independente, sendo que é o único volume da série publicado no Brasil. Além disso, este romance foi escrito pela americana Susan Elizabeth Phillips (também conhecida como SEP) e publicado pela editora Gutenberg

Neste livro, vemos a protagonista, Piper Dove, que está fazendo tudo ao seu alcance para continuar com a empresa de investigações de seu pai. Assim, quando uma oferta surge do nada, ela a agarra com todas as suas forças. Acontece que, diferente do que ela imaginava, investigar sobre a vida do ex quarterback mais famoso do momento não é tão fácil assim. Cooper Graham logo descobre que está sendo seguido e não gosta nada disso. Deste modo, temendo afundar a empresa de seu pai mais do que ela já estava, Piper não vê outra saída a não ser trabalhar para o próprio astro de futebol americano. Infelizmente as coisas não estavam indo nada bem para a detetive, e ela logo se vê enrolada em um jogo perigoso de vida ou morte, onde seu empregador é o que mais corre perigo.

O que eu mais gostei nesse livro foi a independência que a protagonista tinha, se recusando a recuar diante de todos os obstáculos que eram postos à sua frente. Além disso, ela possuía um grande senso de certo e errado, e sempre seguia seu instinto quando era necessário, contrariando tudo e à todos. Piper Dove sabe o que quer e faz de tudo para alcançar seus objetivos, mesmo tendo que cruzar linhas que não deveria. O problema tudo surge quando essa mulher de sangue quente e opiniões fortes precisa trabalhar para um homem que é completamente igual à ela, mas que nunca aceita uma derrota. Ela, completamente iluminada e cheia de vida, entra em um situação onde precisa colocar todos os seus conhecimentos investigativos na mesa.

No meio de isso tudo, os personagens começam a se desejar de maneira completamente anti profissional e, claro, todo esse desejo começa a virar algo a mais. Acontece que, diferentemente de muitos livros do gênero, a protagonista não consegue demonstrar esses sentimentos de maneira nenhuma. Tudo isso por culpa de seu falecido pai super protetor, que rejeitava qualquer demonstração sentimental vindo da parte de sua amada filha. Assim, também vemos a superação de barreiras impostas de maneira autoritária, e o quanto a protagonista precisa amadurecer para superar isso.

Um romance com uma pitada de suspense é exatamente o que a autora propõe, e é o trabalho que ela executa com perfeição. Personagens fortes, trama cativante e uma reviravolta surpreendente. Uma leitura feita de maneira rápida e divertida, Minha estrela favorita é o tipo de livro que te cativa e faz com que você queira saber logo o fim.

27 outubro 2017
Glaucia Matos

COMPRAS: Harry Potter e a Câmara Secreta Ilustrado

Como havia prometido no post anterior, trouxe hoje o vídeo do segundo livro ilustrado. Nele, constam detalhes para quem deseja adquirir/conhecer. Adquiri eles numa promoção que teve na Amazon, e pelo que vi esses dias, os mesmos continuam com um bom preço. Vou deixar abaixo os links para compra, caso você se interesse.

Onde Comprar:
♥ Harry Potter e a Câmara Secreta Ilustrado

*Lembrando que comprando pelos respectivos links, você ajuda o blog.

Infelizmente, temos traduzido apenas esses dois livros. Mas já estive dando uma olhada no terceiro (em inglês) e as ilustrações estão lindas! Agora é torcer para a Rocco não demorar na publicação para nós, aqui no Brasil.
E então, gostou? Dá um like e compartilha para ajudar na divulgação, e não deixem de se inscrever no canal! Ah, e se vocês quiserem ver mais vídeos assim aqui no blog/canal, deixem sugestões nos comentários. :3

25 outubro 2017
Iany Tavares

Resenha de Livro #283: Uma Dama Imperfeita - Lucy Vargas

Autor: Lucy Vargas 
Editora: Editora Charme
ISBN: 9788568056356
Ano: 2016
Páginas: 384
Onde Comprar: Amazon | Livraria Saraiva

Classificação:

Uma Dama Imperfeita é o segundo livro da série Os Preston, que também pode ser lido de forma independente. Este romance de época foi escrito pela Lucy Vargas e publicado pela editora Charme.

Bertha Gale, apesar de não ter uma família rica, era uma dama exemplar. Ela se comportava como uma, se vestia como uma, mas não era uma. Seus pais eram fazendeiros e trabalhavam para o Lorde Bridington. Sendo melhor amiga da filha do Lorde, Bertha teve a melhor educação e os melhores cuidados que uma dama poderia ter. Assim, ela vai para Londres como acompanhante da filha mais velha do conde, mas não estava nada preparada para o que iria enfrentar nos salões londrinos. Eric Northon era o solteiro mais desejado pelas mães casamenteiras. Tudo isso por ser o único herdeiro de Northon. Ele só tinha um dever a cumprir até o final da temporada: arranjar uma esposa. Bertha, por sua vez, também tinha um dever. Dois, aliais: arranjar um marido bom para sua melhor amiga e, principalmente, não se meter em confusões. Mas Eric deseja e única mulher que ele não pode ter, e Bertha precisa se decidir entre o coração e a razão.

Neste segundo livro, vemos o quanto as meninas, Lydia e Bertha cresceram. Agora, as duas damas saem do campo e vão para os salões mais badalados de Londres. Na continuação da série, temos a Bertha como personagem principal. Desde pequenas, Lydia e Bertha era amigas inseparáveis, mas completamente diferentes. Enquanto Lydia era a explosiva e adorava quebrar regras, Bertha era calma e se comportava de modo exemplar, sempre tirando a amiga de confusões. Além disso, Lydia vinha de uma família nobre, enquanto Bertha possuía raízes mais simples e uma vida mais comum. Então, quando Lydia vai para Londres em sua primeira temporada, ela e sua família levam Bertha junto. Apesar de ser quase da família, Bertha sabe que seu papel principal ali é arranjar alguém decente para Lydia se casar e fazer de tudo para que esta não entre em nenhum tipo de confusão. O que Bertha não contava era com que ela mesma se metesse em uma confusão, e uma das grandes.

Eric Northon era um diabo loiro, como fora apelidado. Tudo isso por conta de sua aparência, seu jeito e sua personalidade. Além disso, ele era um dos rapazes mais desejados daquela temporada. Ele e seu grupo de amigos eram conhecidos por serem festeiros demais em uma sociedade onde as pessoas deveriam se comportar de maneiras exemplar. Assim, é claro que Lydia também fazia parte deste grupo. Eric é ousado, divertido e sarcástico. Ele sabe o que quer, e está disposto a fazer de tudo para conseguir isso.

No início do livro temos um ambiente mais calmo e amistoso, onde a autora nos prepara para o que está por vir. O romance desses dois começa de maneira um pouco fora do normal, e evolui de uma forma significativa. Mas Bertha sabe que a sociedade nunca aceitaria os sentimentos dela pelo futuro conde, e faz de tudo o que pode para fugir de suas incansáveis tentativas. Enquanto isso, a protagonista tenta passar de forma despercebida pelos salões, mas nada escapa dos olhos rápidos de Eric. Ele pouco se importa para o que a sociedade pensa sobre seu amor escandaloso. Ela, por outro lado, sabe que esse amor pode destruir tudo o que passou a vida inteira tentando construir, um currículo impecável. Mas Bertha também sabe que Eric é o único homem que lhe trará felicidade. Em meio as risadas, bailes e diversão, um verdadeiro romance começa a surgir.

Uma dama imperfeita é um livro muito gostoso de se ler, e a leitura é completamente cativante, assim como seus personagens. Todos os envolvidos na história possuem um lugar próprio no meu coração, e a autora soube fazer com que até os personagens secundários tivessem uma participação excelente no enredo. Recomendo demais a leitura e mal posso esperar para ler a historia da Srta. Preston! Tenho certaza que Lucy não nos decepcionará no terceiro livro desta série!

23 outubro 2017
Nicoli Vieira

Resenha do Livro #282: O Caçador de Pipas - Khaled Hosseini

Título: O Caçador de Pipas - Khaled Hosseini
Autor: Khaled Hosseini
Editora: Nova Fronteira
ISBN:  9788520917671
Ano: 2005
Páginas: 365
Onde Comprar: Amazon | Livraria Saraiva

Classificação:


Oi, gente! Hoje trago uma resenha de um livro que toca meu coração de uma maneira tão intensa que sempre quando lembro dele quase desce uma lágrima. Estou falando de “O Caçador de Pipas”, publicado aqui no Brasil pela Editora Nova Fronteira.
“...descobri que não é verdade o que dizem a respeito do passado, essa história de que podemos enterrá-lo. Porque, de um jeito ou de outro, ele sempre consegue escapar. ”    
O Caçador de Pipas conta a história da amizade entre Amir e Hassan, dois meninos que vivem vidas diferentes no Afeganistão na década de 70. Amir é rico e vive em busca da aprovação de seu pai, por sua vez Hassan é um hazara que é filho do empregado que trabalha na casa do pai de Amir, Ali, que não sabe ler e nem escrever.

Os dois garotos sempre viveram juntos, eles eram amigos inseparáveis, Hassan fazia de tudo para seu amigo Amir. Sabe aquele amigo que se você precisar de um rim, ele vai lá e dá o dele? É o Hassan, e essa amizade que os dois tem é uma das coisas mais lindas nesse livro. Bom, como nem tudo são flores, na cidade em que eles moravam, uma vez por ano havia uma competição de pipas, então eles resolveram competir, e o Hassan vence a competição, cortando a pipa do seu adversário, e como um troféu para Amir, ele decide ir atrás da pipa, mas desaparece. Amir preocupado com o amigo vai atrás dele, e descobre que ele foi encurralado pelos valentões da cidade, e que esses meninos estavam estuprando o Hassan, e o que o Amir faz? Isso mesmo, NADA, ele fica estático vendo o amigo sofrer o abuso. Hassan, como um amigo leal, sofre abusos de todas as formas mas leva a pipa para Amir como forma de gratidão pela amizade, mas a partir desse momento a amizade entre eles não continua a mesma.

Atormentado pela culpa, Amir planeja um suposto roubo para culpar Hassan. O pai de Amir, mesmo sabendo sobre o “roubo causado pelo Hassan”, pede para que pai e filho permaneçam na casa, mas Ali e Hassan assumem a culpa e decidem ir embora.

Devido a guerra contra a Rússia, Amir e o pai resolvem fugir para os EUA, onde passam ter uma vida simples em subúrbio. Anos depois, já casado, Amir recebe uma ligação que faz com que a vida de Amir tenha reviravoltas, e se ele aceitar o que essa ligação diz ele pode voltar ao passado e consertar os erros que cometeu. Amir terá uma chance de compensar todo o mal que causou.
“Pode ser injusto, mas o que acontece em poucos dias, às vezes até uma única vez, pode alterar o rumo da sua vida inteira”
Se eu pudesse resumir esse livro em uma única palavra seria: sofrimento. Primeira vez que li esse livro tinha doze anos, então ele não foi tão impactante, já que minhas ideias não eram totalmente formadas, mas três anos depois o li novamente, e a cada página eu sentia uma dor no coração. Tentava compreender sobre a guerra no Afeganistão, do porquê do Amir não ter ajudado o Hassan, sobre como ele foi corajoso de ter ajudado o amigo no futuro, sobre tudo na verdade, esse livro é um choque de verdades.

Recomendo o livro para qualquer um, algumas cenas são difíceis de serem lidas, mas depois de algumas lágrimas conseguimos. A capa dele é simples, mas linda, ele é um livro um pouquinho extenso, porém, incrível. Quem tiver a oportunidade leia, ou assista o filme, que é 99% igual ao livro, veja o trailer clicando aqui.

E vocês, que já leram? Gostaram? E você que não leu, o que achou da trama?