26 julho 2017
♥ Sâmella Raissa ♥

Resenha de Livro #258: Intueri - Paula Vendramini

Título: Intueri (#02 Série Devoy)
Autor: Paula Vendramini
Editora: Modo
ISBN: 9788565588829
Ano: 2014
Páginas: 324
Onde Comprar: Amazon | Livraria Saraiva
Classificação:
    

Atenção! Se você ainda não leu Kassan, essa resenha poderá conter spoilers. Livros da série: Kassan - Intueri.

Intueri é o segundo livro da série Devoy, de Paula Vendramini, publicado primeiramente pela Editora MODO e, agora, saindo pelo Selo Lumus da mesma editora. 

Após seus esforços para fugir dos planos de Nicholas Moringan e ser dada como morta em meio a uma terrível nevasca, Celebriant Devoy se vê enfim na Base Rebelde. Mas uma vez estando fraca e com seus sinais vitais quase sumindo, os residentes da base acabam por encaminhá-la à Phoebe, então médica do lugar com poderes de Curare, e é quando a sua marca de Oculta é dada por conhecida. Em consequência disso, temerosos para com suas origens e poderes, Celebriant tem seu Kassan bloqueado pelos Anciões, e acaba por acordar sem quaisquer lembranças sobre toda a vida que havia levado até então. Sob os cuidados de uma das anciãs chefes, Aaminah, ela terá, então, uma chance para tornar-se uma rebelde de fato, ao mesmo tempo em que irá se deparar com pessoas inesperadas. Mas uma vez que o seu Kassan volta a revelar-se dentro de si, cedo ou tarde ela terá de encarar a verdade sobre si mesma novamente e as consequências resultantes dela.

Eu posso não ter favoritado o primeiro livro da série, mas de longe Kassan já havia apresentado um potencial altíssimo como fantasia e, portanto, eu não pude deixar de ficar curiosa com o desenrolar dos fatos para a sequência. As expectativas não eram muito altas, mas ainda assim elas foram superadas e o meu status atual está centrado, em parte, pela ansiedade em ler Curare, o terceiro livro. Porque depois de me surpreender já na introdução que foi Kassan, Intueri só se firmou ainda mais como história e apresentou uma série de rumos e personagens que me encantaram ainda mais.

Como se sua jornada até o momento já não tivesse sido suficientemente complicada e árdua, após ter suas memórias de Kassan bloqueadas, temos a chance de conhecer um lado diferente da Celebriant tão enfezada e tempestuosa do primeiro livro. Com um jeito mais meigo e cauteloso de agir, acompanhamos os seus primeiros passos na Base Rebelde enquanto aprende um pouco mais aprofundadamente sobre sua Intueri com Aaminah, alternando em seguida com novas sequentes amizades feitas no lugar. Phoebe é uma delas, desde o início acolhendo a garota e, assim como Aaminah, acreditando que ela é muito mais do que simplesmente uma Oculta que pode levá-los à ruína. Alguns outros poucos que sabem sobre sua realidade, tais como os Anciões, no entanto, ainda se sentem receosos perante à garota, e só quando seu Kassan começar a reaparecer que ela terá a chance de provar que é inocente, apesar de tudo. Ou não.

“— Prever o futuro me parece algo duvidoso.
— Bem, é incerto. Mas, ao mesmo tempo, temos um destino, mesmo que não acreditemos nisso. Temos uma missão para se realizada aqui, portanto, nossa vida gira em volta desse destino.
Aaminah sentiu que Celebriant tremeu.
— Não gosto da palavra destino.
— Então, use outra.”

Assumindo uma personalidade mais meiga e sensível dessa vez, o início da leitura segue-se em um ritmo mais leve, ainda que por entre constantes discussões e revelações entre os Anciões da base, possibilitando-a interagir de uma forma menos temperamental e agressiva com as pessoas ao seu redor, dentre os quais estão Phoebe, Aaminah, Ário e Ulisses. Uma vez que seu Kassan começa a retornar, porém, ela é assolada por lembranças constantes e amedrontadoras de seu passado tenebroso como Oculta, até chegar ao momento em que, recobrada toda a sua memória, ela precisa aprender a superar esse passado e confiar em quem ela é agora, não naquela que um dia ela fora, entre os Ocultos. Assim, de certa forma, acompanhamos um pouco de seu amadurecimento ao conviver com uma realidade totalmente diferente e conhecendo mais a fundo o impacto causado por famílias poderosas como a sua na vida das outras pessoas, e é quando ela ganha ainda mais impulso em ir contra a corrente antes imposta pelos pais e correr atrás do seu real destino rumo à verdadeira justiça.

Mas não será apenas de muita ação e intensas aventuras que viverá nossa protagonista. Enquanto segue na base, à medida que depara-se com pessoas e realidades totalmente novas, Celebriant terá a chance de conhecer melhor o próprio coração ao surgir de um sentimento inesperado que abala um pouco as estruturas da personagem. Ulisses, então um dos soldados da tropa de defesa da base, também responsável por cuidar de Ário desde que o irmão mais velho do garoto, Erik, partiu da base, acaba por aproximar-se de Celebriant, provocando coisas até então desconhecidas para ela. Nesse ponto da história, porém, admito que fiquei um pouco irritada pela forma um tanto quanto rápida com que o romance se deu, e por mais que Ulisses seja, sim, um bom personagem no geral, ainda achei-o um pouco instável e influenciável demais, e decepcionei-me seriamente com ele no decorrer da leitura. No todo, também não senti nenhum sentimento verdadeiro envolvendo ele e Celebriant, o que fez o romance acontecer de forma quase indiferente para mim, em muitas das vezes.
— Mas você não tem medo? Não gostaria de poder escolher qual caminho percorrer?
— Bom... Eu não acho que vai ser algo fácil e sem complicações, mas eu não tenho medo.
Esse, porém, foi o único ponto real que me incomodou na história. No mais, tudo se desenvolve muito bem, inclusive os demais personagens. Phoebe e Aaminah, ambas com seu jeito protetor, servindo quase como um verdadeiro porto seguro para Celebriant em meio a sua chegada na base, além de Ário, outro personagem criança que se mostrou, assim como a pequena Saori, ser muito mais do que aparenta e contribuir de uma forma tão madura e centrada para com o enredo. Por falar nela, à propósito, ainda que não estando presente em igual força quando comparação ao primeiro livro, também evoluiu bastante e ela volta a reafirmar, neste segundo volume, a sua importância ainda maior dentro da série Devoy. Uma vez sem qualquer aconchego em casa, com a irmã do meio, Lune, assumindo o lugar deixado por Celebriant com Nicholas Moringan e a constante ausência dos pais, a menina, inteligente e ágil como bem é, virou-se tão bem longe da irmã que ela realmente me surpreendeu nesse volume. 

O único personagem que dividiu opiniões para mim foi o Jean Vandreisen, então responsável por resgatar Celebriant da nevasca de outrora e seguir responsável por ela em seus primeiros dias na base, quando longe da presença de Phoebe. Ele ainda é uma incógnita para mim depois de tudo, mas de alguma forma única e inesperada, afeiçoei-me a esse personagem de um modo tão repentino que estou realmente receosa de estar shippando o casal errado no livro, mas o que posso fazer? Ele me ganhou ainda que com seu jeito meio irritadiço e distante, mas tão corajoso e batalhador quanto o próprio Ulisses, que caiu no meu conceito tão rápido a leitura avançou.

Assim, por entre uma jornada intensa e imprevisível, desde a chegada até a Base Rebelde, até o momento de correr atrás de fazer acontecer no mundo em que vive, seguimos com Celebriant por essa leitura fluida e intrínseca que é Intueri, conhecendo mais a fundo os antigos e mesmo alguns dos novos personagens, reconhecendo ainda mais a dimensão do conflito entre os Ocultos e os rebeldes de tal forma que quando o livro acabou, eu já queria desesperadamente o terceiro, cuja previsão de lançamento é para o segundo semestre de 2016. Eu, ansiosa? Imagina. Só MUITO. Talvez DEMAIS DA CONTA, mas sem pressão, hein, Paula Vendramini? Leitura mais do que recomendada para os fãs de uma boa fantasia nacional com uma protagonista que, apesar dos altos e baixos, permanece determinada a fazer a diferença, ainda que muitos não acreditem nela; ainda.

24 julho 2017
Haianne Thompson

Resenha de Livro #257: Obsidiana – Jennifer L. Armentrout

Título: Obsidiana (#01 Série Lux)
Autor: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
ISBN: 9788565859790
Ano: 2015
Páginas: 320
Onde Comprar: Amazon | Livraria Saraiva
Classificação:
   

Obsidiana é o primeiro volume da saga Lux escrito por Jennifer L. Armentrout e publicado, no Brasil, pela Editora Valentina.

O livro contará a historia de Kat, uma adolescente que, em seu último ano de ensino médio, muda com a mãe para uma cidadezinha bem diferente da qual ela estava acostumada. Quando chega a nova casa, Kat pretende ficar dentro de seu quarto lendo seus livros e atualizando seu blog, porém a sua mãe a encoraja a se apresentar a seus novos vizinhos. Assim, Kat acaba acatando o conselho de sua mãe e resolve ir a casa vizinha da frente e quando chega lá se depara com o menino com os olhos verdes mais lindos que ela já tinha visto na vida dela. Mas em vez de trata-la bem, o menino acaba fechando a porta na cara dela. 

A partir disso, Kat, que já não tinha muitas expectativas com a cidade, acha que todos naquela cidade serão iguais o seu vizinho da frente. Porém, ao chegar a seu primeiro dia na escola, conhece Dee e descobre que ela é irmã de Daemon (esse é o nome do vizinho mal educado). Dee é uma menina super de bem com a vida e acaba se aproximando de Kat com o passar dos dias e essa aproximação começa a incomodar Daemon de um modo estranho já que Kat nunca havia feito nada para ele. Kat começa a perceber que havia algo de estranho acontecendo entre ela e Daemon, pois com a mesma intensidade em que eles pareciam ser atraídos um pelo outro, ele a tratava mal e com desprezo. Até que um dia, Kat acaba sofrendo um acidente mas quando menos espera Daemon acaba parando o tempo e em questão de segundos ela, que já esperava estar morta naquele momento, se ve fora da estrada e as coisas continuam acontecendo normalmente. Dai Kat descobre o que era a tal estranheza que via em Daemon e isso fará com que eles precisem ficar cada vez mais juntos e compartilhar um segredo que precisa ser muito bem guardado.

Esse livro foi o primeiro com uma temática alienígena que li e eu me apaixonava a cada pagina que passava. Jennifer L. Armentrout conseguiu construir uma narrativa com elementos novos e surpreendentes juntamente com alguns clichês que estamos acostumados a ler nos livros Jovem Adulto. A autora soube dosar a quantidade de elementos que colocou nesse primeiro livro, o que fez com que ficássemos ansiosos para ler os demais livros da saga Lux. Kat, nas primeiras páginas aparenta ser uma menina mimada e egoísta, mas no decorrer do livro onde descobrimos a causa da mudança de cidade, conseguimos entender algumas coisas que ela estava sentindo. Ela demonstra ser uma protagonista forte e que sabe enfrentar seus próprios desafios e passar por ele com uma destreza sem igual. 

E isso acaba sendo confrontado quando ela conhece Daemon, um protagonista que tira o nosso fôlego desde o primeiro momento que aparece no livro. Ele se apresenta como um cara arrogante e que não está nem ai para o que as pessoas pensam dele e isso faz com que as discussões que ele tem com Kat sejam maravilhosas de serem lidas e até mesmo engraçadas porque os dois possuem um gênio muito forte e um orgulho maior ainda. E, como esperado, eles acabam tendo uma atração e uma repulsão mútua em todo o livro.

A autora conseguiu construir uma narrativa fluida com personagens diferentes e que nos chamam a atenção desde o primeiro momento em que nos são apresentados. Ela mescla em sua história romance com uma pitada de suspense e ação. Tanto Daemon quanto Kat tem uma causa e uma historia por tras da personalidade que nos é apresentada e, ao longo do livro, quando vamos descobrindo o passado de cada um conseguimos entender o por que deles serem como são. Eu sou a típica garota que AMA um bad boy argumentador e que entende do que está falando. Adorei esse livro desde o primeiro momento e afirmo, sem medo de errar, que Daemon é um dos meus crushs literários preferidos e está, sem sombra de dúvidas, no meu top 5. Ele é o típico bad boy que mantem a pose até o final e que encontra uma bad girl a sua altura e creio que isso que chama a atenção dele em Kat porque ela, mesmo sendo atraída por ele, o confronta em todos os momentos. 

Eu recomendo muito esse livro e afirmo que vocês não conseguirão parar no primeiro, pois ao final do livro, a autora deixa uma ponta solta que se costura nos demais livros da saga. Contem para mim aqui nos comentários se vocês já leram algo parecido com a narrativa de Obsidiana e, se já leram esse livro, me falem a opinião de vocês para que troquemos figurinhas. Beijos e até mais :*

21 julho 2017
Nicoli Vieira

TOP 5: Livros que irão virar filmes


Olá, leitores e amantes de adaptações literárias! Hoje trago a vocês um "TOP 5 DE LIVROS QUE IRÃO VIRAR FILME". Bora conferir?

Deixe a Neve Cair - John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle

Uma forte nevasca atinge a cidade de Gracetown na véspera de Natal e a transforma em um inesperado refúgio romântico. Um trem retido no meio do nada, uma corrida com os amigos no frio congelante e lidar com a tristeza da perda do namorado ideal. Três histórias de amor distintas que se conectam entre si. 

Previsão de Lançamento: 23 de novembro de 2017




A Seleção - Kiera Cass


Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto.
Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa. Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesma...

Previsão de Lançamento: Sem lançamento definido 

 It: A coisa - Stephen King

Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa.

Previsão de Lançamento: 8 de setembro de 2017

 A Rainha Vermelha - Victoria Aveyard


O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso. Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.

Previsão de Lançamento: Dezembro de 2017 ou o primeiro semestre de 2018

Perdida – Carina Rissi

Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo e lindo Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

Previsão de Lançamento: Sem lançamento definido
---
Já estão preparando as economias para as próximas adaptações rs? Quais vocês estão mais ansiosos para assistirem? E quais poderiam entrar na listinha?